Lei 2 – Não blasfemar contra o Criador

Este princípio também está envolto em implicações práticas importantes. Tudo na criação reflete a mão do Criador. Degradar ou diminuir as criaturas de D’us, portanto, significa blasfemar e degradar o próprio D’us. Assim, devemos respeitar todos os humanos que são criados por D’us  na Divina imagem e semelhança. Devemos nos abster de calúnias e boatos e de insultar ou prejudicar nossos semelhantes.

A lei de não blasfemar contra o Criador se divide em:

  • Reconhecer a presença de D’us
  • Temer a D’us
  • Orar somente ao Criador
  • Santificar o nome de D’us
  • Contra a profanar o nome de Deus (mesmo em casos de morte)
  • Para estudar a Torá
  • Para homenagear os estudiosos, e reverenciar os professores
  • Honrar pai e mãe
  • Contra a blasfêmia